quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sem mais delongas... Djavan e seu novo Álbum!

Esse CD está quentinho, Djavan que estava “mudo” há dois anos, decidiu falar, e falou muito bem. Ária é o novo cd desse artista que despensa apresentações. Esse álbum traz novidades; a banda está totalemente reformulada em comparação aos seus últimos trabalhos. O disco não é um disco autoral, como sempre foi feito, dessa vez Djavan optou em gravar músicas de outros compositores, mas que tivesse uma ligação forte com sua existência. Ária vem como uma experimentação para retomar o fôlego novamente após dois anos de silêncio.
Não existem motivos para não gostar da obra desse artista, sem exceção, todos temos uma música dele que serve como trilha sonora para nossa vida. Minha primeira memória musical foi registrada em 1988, com dois anos de idade, lembro-me de ouvir “Flor de Liz” na vitrola velha de meu pai. Ária para o Djavan tem essa importância, ele mesmo diz que são músicas que de alguma forma marcaram a sua memória musical ao longo de suavida e por isso as regravou.
O disco não é autoral, como de costume, no entanto, ainda assim é uma obra prima que vale ser analisada. “Primeiro disco que não é autoral, como vocês sabem é o que eu sempre fiz, mas era um desejo meu. A escolha do repertório foi o mais difícil pra mim... o resultado me deixou muito contente porque eu tava querendo dar uma mexida para voltar o ano que vem, 2012 com músicas inéditas”. Diz Djavan, mesmo sendo um dos cinco artistas que mais ganha direito autoral com suas composições aqui no Brasil, segundo o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).
Nesse disco Djavan regravou musicas de Caetano, Cartola, Gilberto Gil, Beto Guedes, Tom Jobim, entre outros. Sempre com um toque pessoal, ouvir essas músicas com o Djavan soa como se fossem inéditas. Aproveitem!

Set List
1. Disfarça e Chora
2. Oração ao Tempo
3. Sabes Mentir
4. Apoteose ao Samba
5. Luz e Mistério
6. La Noche
7. Treze de Dezembro – Instrumental
8. Valsa Brasileira
9. Brigas Nunca Mais
10. Fly Me To the Moon
11. Nada a nos Separar – West of the Wall
12. Palco

3 comentários:

  1. Ouvi algumas músicas e gostei bastante. É tão difícil não gostar de Djavan,né?

    ResponderExcluir